Desde a mais tenra infância, vamos “levando” a vida escutando o que os outros, a sociedade e os nossos padrões nos dizem para fazer, muitas vezes, não dando ouvidos à nossa própria voz que vem do nosso coração, do nosso interior.

O autoconhecimento nos leva a uma profunda viagem ao nosso interior, fazendo nos compreender por que reagimos a uma determinada situação, tornando-nos capazes de fazer uma escolha mais consciente, e que conseqüentemente nos levará à uma satisfação e sentido de vida cada vez mais significativo.

O autoconhecimento faz parte de um processo para o resto da vida. Ou seja, não há um momento em que podemos parar porque já nos conhecemos o suficiente, sempre há o que descobrir, pois o autoconhecimento requer uma constante auto-reflexão, uma vez que nos estimula a manter contato profundo e significativo com nosso eu mais verdadeiro.      .

  • Faz parte do processo de autoconhecimento
  • Conversar consigo mesmo;
  • Identificar os sentimentos;
  •  Não reprimir sentimentos;
  •  Aprender a dizer “não posso, não quero, não vou, não sinto” ou ao menos identificar quando sentiu vontade de dizer não, mas não conseguiu;
  • Ser flexível, pois o autoconhecimento proporciona maior visão de si mesmo, do mundo, das pessoas;
  • Acreditar na capacidade de mudar o que quiser;
  • Ser responsável pela própria felicidade, saindo assim do papel de vítima e infinitas lamentações;
  • Sentir paz interior.

E não é só isso não, esses são alguns aspectos, e como podemos perceber temos que arregaçar as mangas… mas qual o benefício de tanto trabalho? Menos conflitos! Menos culpas! Menos arrependimentos! Menos mágoas! Menos relacionamentos destrutivos! Menos doenças!

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.